domingo, 14 de julho de 2013

Noite brasileira no Montreux Jazz Festival não empolgou este ano


                                          Imagens da Globo News

A noite brasileira no 47º Montreux Jazz Festival não foi das mais animadas como sempre acontece.

Muitos artistas de nossa terra não assumem sua nacionalidade quando chegam aos palcos dos grandes eventos internacionais e querem imitar outros nomes do cenário mundial. Talento não falta, falta personalidade. Foi assim a noite desta quinta-feira, 12, começando com Tulipa Ruiz que se apresentou para um pequeno público e improvisando músicas que não empolgou aos que assistiam a seu show. Depois foi a vez de Gal Costa, meio cansada, mas com sua belíssima voz passou seu recado. Por último, Cláudia Leitte achando que estava numa micareta no interior do Brasil, chegou atrasada, como as outras atrações brasileiras e provocando irritação do público. Sua sorte foi a liberação de centenas de pessoas do “staff” que tinham sido liberadas das outras salas logo após as apresentações, senão cantaria para os músicos da banda.

Já sexta-feira, 13 na primeira apresentação do cantor, Prince no Montreux Jazz Festival 2013, o público vibrou, primeiro por seu respeito ao evento, subindo ao palco às 20:15h e depois por sua majestosa apresentação com duas horas de duração, por diversos momentos lembrou Claude Nobs, fundador do evento que morreu este ano, vítima de um acidente de “esqui”. Prince ainda elogiou o festival por muitas vezes e levou as pessoas ao delírio.


Por Marcelo Negreiros com informações da Assessoria do evento

Um comentário: