segunda-feira, 8 de abril de 2013

Cássio e mais um capítulo da nossa barbárie política



























Na última sexta-feira, 5, uma solenidade em Campina Grande marcou o início das operações do ILS (Instruments Landing System), equipamento utilizado para auxílio no pouso e decolagem de aeronaves no Aeroporto Presidente João Suassuna. Com muita justiça, esteve presente o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), um dos que mais lutaram pela conquista do instrumento junto à Aeronáutica.

Deselegância, omissão ou a simples comprovação da política minúscula, por outro lado, foi registrada também na mesma solenidade. Um outro político campinense que também batalhou bastante junto ao governo federal pela instalação do ILS simplesmente foi ignorado no evento. Sem sequer ter recebido um convite, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), aniversariante do último dia 5, amargou o fato de ser oposição ao governo federal em sua terra natal.

Não foram poucas as vezes que Cássio Cunha Lima investiu tempo e prestígio de senador da República para ser atendido pelo Ministério da Aeronáutica, sempre levando como pleito único o ILS para o "João Suassuna". Aliás, a primeira incursão do tucano no novo mandato na Esplanada dos Ministérios foi com essa missão, em 8 de fevereiro de 2012.

Lógico que a omissão, deselegânciaou a simples comprovação da política minúscula das autoridades federais no convite ao senador do PSDB, a rigor, em nada vai alterar a importância da conquista do equipamento solenemente instalado no aeroporto de Campina Grande. Para a população, mesmo, o mais importante é o serviço há décadas esperado. Isso termina sendo detalhe no bastidor do poder, onde infelizmente atitudes mesquinhas desse tipo ainda prevalecem. É só mais um capítulo na nossa barbarie política de todo dia.


Fonte: Marcos Alfredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário